Frete

Quer saber como você pode fazer a gestão de custos logísticos?

julho 29, 2019
Tempo de leitura 3 min

Por ser a logística uma das atividades mais importantes dentro da rotina de uma empresa e, ainda, uma das que mais pesam no seu orçamento, a gestão de custos logísticos desponta como uma medida indispensável para manter a saúde financeira do negócio.

Englobando custos como manutenção da frota, armazenamento de produtos, folha de pagamento de motoristas e funcionários, a logística exige atenção redobrada dos gestores, já que, como dito, o setor é responsável por consumir uma grande parcela do orçamento.

Nesse contexto, gerir bem os custos logísticos, documentando e controlando cada atividade e processo, é fundamental para a longevidade da empresa. Por isso, para ajudar, preparamos este artigo com algumas dicas que podem otimizar a gestão desses custos. Acompanhe!

Estudar a estrutura dos custos

Ter visibilidade sobre os custos da empresa é o primeiro passo para conseguir realizar uma gestão eficiente. Nesse sentido, uma dica estratégica é estudar a estrutura dos custos logísticos, identificando a participação de cada um deles nos gastos gerais da empresa em um período de análise.

Segmentar as atividades, por exemplo, pode trazer mais transparência para a gestão, permitindo aos gestores encontrar falhas, gargalos e custos desnecessários que podem ser eliminados.

Utilizar a classificação ABC

A metodologia de classificação ABC é uma estratégia já bastante utilizada no meio empresarial quando o assunto é gestão de custos. Sua principal vantagem é a capacidade de separar os custos logísticos de acordo com produto, fornecedor e cliente, contribuindo com uma alocação de recursos mais estratégica.

Além de proporcionar uma visão mais abrangente e realista dos custos, a classificação ABC permite a identificação de:

  • atividades que não são importantes para os resultados do negócio e que podem ser eliminadas;
  • canais de distribuição e venda que consomem muitos recursos da empresa e que podem ser mais bem aproveitados.

Alugar galpões para distribuição

A própria infraestrutura logística é bastante cara para as empresas. Por esse motivo, é muito importante buscar alternativas para tornar os processos mais econômicos e eficientes. Um exemplo claro é alugar os galpões de distribuição em vez de operar apenas com estruturas próprias.

Essa estratégia permite à empresa, a partir de custos reduzidos, descentralizar suas atividades, posicionando melhor seus centros de distribuição, de forma a otimizar o fluxo de mercadorias até o consumidor final.

De forma direta, o aluguel de galpões faz com que a empresa chegue a mais localidades e reduza o tempo e os custos dos deslocamentos, tornando todo o processo mais eficiente.

Investir em tecnologia

Hoje, os dados e informações são ativos valiosos para as empresas, de modo que é imprescindível apoiar-se em tecnologias que permitam o melhor aproveitamento deles para a tomada de decisão.

Nesse contexto, uma outra dica para aumentar a qualidade de gestão dos custos logísticos é apostar em automação, em sistemas e softwares capazes de aumentar o controle dos dados do negócio, fornecendo informações precisas aos gestores e em tempo real.

Por fim, como foi possível perceber, a boa gestão de custos logísticos depende de algumas medidas. Assim, negligenciar esses cuidados é dar margem para que o negócio perca competitividade no mercado em razão do desperdício de recursos — que poderiam ser aplicados em outras áreas — e ineficiência operacional, pela dificuldade de os gestores identificarem problemas e solucioná-los rapidamente.

Gostou deste artigo e tem interesse em seguir aprendendo mais? Aproveite e confira também nosso post sobre os erros que você não deve cometer no processo de importação!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário