Frete

Descubra 7 motivos para investir em terceirização no comércio exterior

abril 1, 2019
Tempo de leitura 7 min

Os empreendedores que desejam diversificar a sua atuação no mercado e expandir os negócios com a entrada ou a saída de mercadorias do país, certamente, já enfrentaram o dilema entre construir um departamento próprio para essa finalidade ou optar pela terceirização no comércio exterior.

Nesse sentido, não restam dúvidas de que escolher uma empresa para cuidar dos serviços é um excelente caminho, porém, é importante atentar aos diferenciais que a parceria oferece: a representação perante os órgãos públicos, o coaching aduaneiro, a elaboração de um fluxograma exclusivo e a cotação de frete internacional — enfim, o seu potencial para agregar valor.

No post de hoje, você vai descobrir os 7 benefícios que o investimento na terceirização de serviços de importação e exportação pode propiciar ao seu empreendimento. Boa leitura!

Por que investir em terceirização no comércio exterior?

A primeira vantagem é a especialização. Hoje, com a democratização das informações, costuma-se ter uma falsa segurança, de modo que as pessoas acham que encontram todas as respostas para suas dúvidas na internet. No entanto, sabemos que, na prática, não é bem assim.

A terceirização do comércio exterior é a mesma coisa de quando você vai ao médico e existe um profissional específico para cuidar do seu problema. Vejamos alguns dos principais motivos para apostar nesse serviço:

1. Facilita os processos de exportação e importação

O início de qualquer atividade é cercado de muitos desafios e inseguranças quanto à adoção das estratégias certas, ao cumprimento das exigências legais, às escolhas mais vantajosas, dentre outros fatores. Contudo, isso também pode afetar gestores experientes no momento de expandirem seus negócios e inovarem nos procedimentos.

Ao incorporar ações de comércio exterior, por exemplo, a burocracia dos processos de importação e exportação pode causar bastante apreensão em quem ainda não tem afinidade com a área.

Nesse contexto, a contratação de empresas especializadas é uma peça-chave para garantir a eficiência e a segurança de que o seu empreendimento necessita para alçar novos voos. Com a expertise de uma assessoria capacitada, não é preciso se preocupar com os trâmites de:

  • cálculo de impostos;
  • legislações estrangeiras;
  • fixação do frete;
  • desembaraço aduaneiro, dentre outros.

Afinal, com a decisão de terceirizar as operações de comércio exterior, todas essas tarefas passam a ser executadas por profissionais com uma maior bagagem de experiência no assunto.

2. Ajuda a reduzir custos

A primeira consequência na escolha da terceirização, em vez de montar um setor próprio para as transações de comércio exterior, diz respeito à economia de despesas com a infraestrutura.

Equipar uma empresa para operar nas atividades de importação e exportação requer, no mínimo, o recrutamento de uma equipe qualificada, a aquisição de softwares e outras tecnologias e uma frota de veículos — em suma, todos os recursos que um negócio focado nesse ramo já mantém e funcionando com um alto grau de precisão.

Ademais, como as terceirizadas trabalham com um grande volume de negociações, elas naturalmente conseguem oferecer preços mais atrativos para o frete, o que também vai repercutir na otimização dos custos.

3. Não gera preocupações com a logística

O sucesso na atividade de comércio exterior depende de um sistema logístico integrado, com estratégias bem planejadas para que todas as etapas sejam cumpridas com o máximo de eficiência.

Nesse cenário, nada melhor do que poder contar com quem já tem vivência diária junto aos portos, aos órgãos anuentes e à legislação para prestar uma consultoria aduaneira de qualidade. A empresa terceirizada se encarrega de tarefas, como:

  • preparação dos documentos aduaneiros;
  • contratação de seguro;
  • coleta da carga na origem;
  • desembaraço aduaneiro;
  • negociação de fretes;
  • entrega da mercadoria no destino.

Além da concentração de esforços na viabilidade de cada processo logístico, focando na adequação ao perfil da empresa, uma assessoria especializada ainda está sempre em busca do que há de mais moderno para potencializar o desempenho dos seus clientes.

4. Proporciona qualidade e eficiência

Como mencionado, as atividades de importação e exportação exigem conhecimentos singulares para a obtenção de resultados bem-sucedidos. Afinal, as burocracias da sua dinâmica são um tanto complexas, e é preciso conhecer outros idiomas, bem como a legislação aduaneira e cambial.

Por esse motivo, a terceirização do setor de comércio exterior vem somar forças à inteligência empresarial, de maneira que deixa quem tem o know-how e a credibilidade necessários cuidando desse assunto, ao mesmo tempo em que libera o gestor para atuar na finalidade principal do seu negócio.

No fim das contas, graças à experiência do consultor no mercado, haverá um crescimento exponencial na qualidade dos produtos ou serviços. Tudo acontece de maneira eficaz, pois são mantidos os melhores profissionais e as melhores estratégias.

5. Mantém o foco no seu negócio

Tomar a decisão de contratar uma empresa terceirizada para gerenciar a parte de comércio exterior não significa que o cliente não consiga montar uma equipe qualificada para administrar os processos decorrentes desse assunto.

O problema, no entanto, é que desenvolver a expertise necessária para essa logística requer tempo e dedicação. Não parece ter um bom custo-benefício deixar o que já se sabe fazer com excelência para desenvolver um know-how em importação e exportação; sobretudo, quando se tem oferta desse tipo de serviço com muita qualidade no mercado.

Com a terceirização, as energias serão direcionadas para o aperfeiçoamento da atividade-fim — melhoria dos produtos e da qualidade do atendimento, controle mais preciso do negócio e otimização dos processos em geral.

6. Garante maior controle e eficiência no acompanhamento de processos

A terceirização permite eficiência no controle e no acompanhamento dos processos, novas técnicas de negociação, bem como uma melhor sintonia na compra e venda de produtos no exterior.

Nesse contexto, o objetivo é formatar as informações que o cliente precisa receber, da maneira mais ajustada às suas demandas. Seja via fax, seja via WhatsApp, seja por aplicativo para dispositivos móveis, o gestor poderá acompanhar o desenvolvimento de todos os processos com agilidade, sem ter de se preocupar com as burocracias e a execução do sistema de logística.

7. Oferece uma equipe especializada em logística de comércio exterior

Uma equipe que atua exclusivamente nesse segmento tem capacitação que vai muito além de formação acadêmica e participação em eventos direcionados para essa área. Acima de tudo, um time especializado tem a vivência e o contato direto com a realidade de várias empresas, sabendo o que funciona e quais as falhas que devem ser eliminadas. Isso faz uma grande diferença na hora de planejar e executar soluções personalizadas para cada cliente.

Por todo o exposto, podemos dizer que a terceirização no comércio exterior é bastante lucrativa. Aqueles que não terceirizam correm o risco de enfrentar multas altíssimas, de desatualização e de não saber quais são os ritos portuários, alfandegários e da Receita. A legislação aduaneira é atualizada diariamente, então, esses perigos são notáveis. Uma assessoria especializada oferece viabilidade financeira e técnica, de agilidade, de economia e, principalmente, de segurança.

Gostou do post? As vantagens apresentadas foram suficientes para convencê-lo de contratar uma empresa terceirizada para gerenciar as importações e exportações do seu negócio? Entre em contato e conheça nossas soluções!

Sem comentários

Deixe um comentário